Conteúdo

Quadra de escola em morro de Santos ganhará cobertura

9 de abril de 2019
16h 08

A criançada da UME Professora Therezinha de Jesus Pimentel, no Morro São Bento, vai poder praticar atividade esportiva com proteção contra sol e chuva. A quadra da escola receberá cobertura de 15 x 31,9 metros e outras benfeitorias. A licitação para a reforma foi aberta na semana passada e a estimativa é de que comece no segundo semestre.

A cobertura será executada em estrutura metálica com telhas em chapa de aço tipo sanduíche. O projeto contempla moderno equipamento de iluminação e para-raios, além do sistema de drenagem e reforma do piso da quadra. Estão previstos ainda novos acessórios para a quadra como trave de futebol, rede de voleibol, tabela de basquete e bancos.

BENEFÍCIO PARA 661 ALUNOS

A UME Therezinha Pimentel está localizada na Rua São Roque s/nº, no Morro São Bento, o mais populoso de Santos, com 7.200 moradores, segundo o Censo IBGE 2010. A escola atende 661 alunos do 1º ao 5º ano do ensino fundamental e também dos ciclos I e II de Educação de Jovens e Adultos (EJA).

No local são desenvolvidos diversos projetos pelo grupo de professores. Tem banda marcial formada, que faz parte do projeto ‘Pra Ver a Banda Tocar’ e os estudantes participam das atividades do Programa Escola Total na Vila Criativa do Morro da Vila Progresso.

ACESSIBILIDADE

Devido às configurações acidentadas do terreno onde a UME Therezinha está implantada, será construída uma rampa de acesso até a quadra, com aproximadamente 20 metros de comprimento, e ocorrerá a instalação de piso podotátil, tudo para garantir a acessibilidade. Ainda em decorrência das características do terreno, será utilizada estaca raiz, que entra no solo por meio de rotação, diminuindo o impacto.

Obra não terá custo para a Prefeitura

A melhoria será realizada com recursos de um Termo de Responsabilidade de Implantação de Medidas Mitigadoras e/ou Compensatórias (Trimmc), assinado pela Prefeitura e a empresa Ultragaz, em contrapartida à implantação de um terminal da empresa no bairro da Alemoa. Os recursos para a obra foram depositados no Fundo Metropolitano de Desenvolvimento Urbano (Fundurb).

A construção tem custo orçado em R$ 1.361.829,00. A empresa que vencer a licitação deverá executar a obra no prazo de seis meses, incluindo material, mão de obra e equipamentos. A abertura dos primeiros envelopes do certame está marcada para a próxima semana, dia 17.