Conteúdo
Notícias

Projeto verão sem dengue alcança mais de 200 mil pessoas

Publicado: 27 de fevereiro de 2004
0h 00

Alcançou amplo sucesso o trabalho desenvolvido pela equipe de educadores do Programa da Dengue, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), neste verão, registrando um total de 206.205 pessoas abordadas na orla da praia, num trabalho de sensibilização em relação à dengue. Foram quase dois meses de intensas atividades, junto ao Canal 3, com estande, brincadeiras e jogos, distribuição de folhetos, e ônibus da empresa GRP, trazendo o ciclo de evolução do mosquito. Houve ainda panfletagem em toda a Orla, incluindo o comércio e pedágio para abordagem de motoristas. As atividades ainda ocorreram no supermercado Carrefour da Av. Conselheiro Nébias, com estande fornecido pela própria empresa, e junto ao Projeto Verão com Segurança, defronte à Igreja do Embaré. O projeto Verão sem Dengue termina neste final de semana, com estande montado junto ao Canal 3. Em cada dia atuam cerca de 45 agentes da dengue e educadores do IEC. O trabalho rotineiro das equipes da dengue, casa à casa, continua, com intensificação de visitas onde há pendências, ou seja, casas fechadas. Iniciado em janeiro, o projeto esclareceu dúvidas e procurou sensibilizar turistas e população local sobre a importância de acabar com criadouros do mosquito Aedes aegypti, o transmissor da dengue. Entre as atrações nesses finais de semana, uma delas procurou envolver as crianças nos cuidados com a dengue, com utilização de desenhos, jogos e distribuição de brindes relacionados à prevenção da dengue. Um ônibus da empresa GRP, estacionado junto ao canal 3, contou com material educativo como lupas para a observação das diversas fases do mosquito transmissor – ovo, larva, pupa e forma alada. BALANÇO No balanço divulgado pelo IEC, o trabalho de panfletagem atingiu 120 mil pessoas, no pedágio cerca de 80 mil motoristas, já os estandes foram procurados por 5.500 visitantes, enquanto 500 crianças participaram das atividades lúdicas. REGISTRO DE CASOS Nos primeiros dois meses do ano, a SMS recebeu a confirmação de 12 casos de dengue, sendo 7 autóctones (doença adquirida na própria Cidade), e 5 importados (pessoas que se contaminaram em outras cidades), sendo que desses, dois são pacientes de São Vicente, cujas notificações ocorreram por meio da rede de saúde de Santos. Por enquanto, os bairros atingidos são Embaré, Aparecida, Chico de Paula, Vila São Jorge e Estuário. Todos já receberam o trabalho de bloqueio, ou seja, visita dos agentes num raio de 9 quarteirões do provável local de contaminação. Enquanto nos dois primeiros meses do ano Santos registra 7 casos autóctones, em igual período do ano passado, havia 80 casos da doença, o que demonstra que a evolução da dengue está ocorrendo de forma mais controlada.