Conteúdo

Prefeitura de Santos recebe R$ 10 milhões em devolução antecipada pela Câmara

29 de outubro de 2019
18h 20

A Câmara Municipal adiantou, nesta terça-feira (29), a devolução de R$ 10 milhões referentes ao duodécimo repassado pela Prefeitura – R$ 90 milhões em 2019.

O valor é sobra do que o Legislativo recebe para custear as próprias despesas administrativas. Conforme estabelece a legislação, esse montante não utilizado deve ser devolvido ao Executivo até o final de cada ano.

O cheque foi entregue ao prefeito Paulo Alexandre Barbosa pelo presidente da Câmara, Rui De Rosis, em ato realizado no Paço Municipal. Também estiveram presentes os vereadores Geonísio Pereira e Manoel Constantino, além do secretário de Finanças (Sefin), Maurício Franco.

Segundo o prefeito, a antecipação dos R$ 10 milhões favorece o planejamento econômico do Município e demonstra um espírito de cooperação entre Executivo e Legislativo. “Essa devolução é fruto do trabalho que vem sendo feito no Legislativo, buscando maior eficiência administrativa e sempre racionalizando os recursos públicos”.

O recurso, explica o secretário, entrará no caixa geral do Tesouro Municipal e será utilizado pela Administração para despesas com salários, fornecedores e zeladoria dos bairros. Ele também ressalta a importância dessa devolução antecipada. “Sempre permite uma programação financeira melhor, especialmente nessa reta final do ano, quando temos gastos extras como o décimo terceiro dos funcionários”.

Em dezembro, a Câmara ainda poderá devolver eventual sobra referente aos últimos dois meses de 2019.