Seu navegador não possui suporte para JavaScript o que impede a página de funcionar de forma correta.
Conteúdo
Notícias

Pacientes em programa de reabilitação em Santos recebem doação da Associação dos Cirurgiões Dentistas

Publicado: 21 de janeiro de 2022 - 17h59
PORTAIS

A Seção de Reabilitação Psicossocial (Serp) da Secretaria de Saúde de Santos recebeu esta semana a doação de camisetas da Associação dos Cirurgiões Dentistas da Baixada Santista (ACDBS). Elas serão distribuídas aos usuários do setor da Saúde Mental de Santos. A doação foi recebida pela chefe da seção, Simone Domingos de Andrade.

O objetivo dessa doação é que os usuários da Saúde Mental possam usar essas camisetas nas atividades que praticam. "A iniciativa da ACDBS é muito importante ao nosso público, porque eles precisam desse pertencimento. As camisetas reforçam a identificação dos usuários com as oficinas e projetos onde eles estão inseridos", destacou Simone.

As camisas serão estampadas na Seção de Reabilitação Psicossocial, mesmo local onde os usuários da Saúde Mental realizam diversas oficinas de integração social e educativa.

O presidente da Associação dos Cirurgiões Dentistas da Baixada Santista (ACDBS), Osvaldo Sérvulo da Cunha, reforçou a importância desta iniciativa. "A ACDBS está aberta a participar de projetos que tenham importância social aos munícipes. Especialmente neste Janeiro Branco, mês de conscientização para os cuidados com a saúde mental, assumimos a missão de contribuir com os projetos sérios da Prefeitura e de outras instituições, em prol de nossa comunidade".

OFICINAS E PROJETOS

A Seção de Reabilitação Psicossocial (Serp) é um serviço que existe em Santos desde 1990 e atende usuários encaminhados pelos Centros de Atenção Psicossociais (Caps). A Serp realiza diferentes oficinas de geração de renda: encadernação, costura, bijuteria, fuxico, sublimação (transferência de imagem) e crochê e possui dois projetos de trabalho protegido, o Cantina Sabor & Saúde e o Terra (manutenção de praças adotadas por empresas). Também presta atendimento individual e realiza atividades de socialização e atuação em rede.

Todas as atividades buscam promover oportunidades de inserção profissional e social para usuários com transtornos mentais ou que fazem uso abusivo de álcool e outras drogas, valorizando suas competências e habilidades, o que possibilita maior grau de autonomia e exercício da cidadania.