Conteúdo

Orla tem média de 25 atendimentos de manutenção por dia

12 de janeiro de 2019
11h 00
Banhistas utilizam chuveirinho e lava-pés junto ao jardim da praia. #Pracegover

A orla de Santos, um dos locais mais frequentados por quem busca lazer e esporte, é também um dos pontos que recebe bastante atenção da Prefeitura quando o assunto é manutenção. Por dia, são cerca de 25 atendimentos no trecho, sendo 90% deles originados de ações de vandalismo. A Operação Praia realiza duas rondas diárias de ponta a ponta da orla, com veículos equipados para sanar os problemas apresentados.

De segunda a sexta, das 7h30 às 16h30, funcionários percorrem os equipamentos para manutenção programada ou a partir de denúncias de munícipes e alertas dos funcionários de limpeza. Uma das turmas é voltada para área civil, com vistorias e serviços em bancos, lixeiras, mosaico do piso, brinquedos e alamedas.

A segunda é focada nos problemas hidráulicos como vazamentos, entupimentos, danificação de peças e furtos ocorridos nos 41 banheiros dos quiosques e dos postos. Esse grupo também cuida da manutenção dos 49 conjuntos de chuveirinhos (com dois pontos ligados) e mais 48 lava-pés, que, entre os que sofrem danos, são os mais preocupantes, devido ao desperdício de água que esse tipo de ação acarreta.

“Os vândalos danificam o equipamento e improvisam meios de fazê-lo funcionar, quebrando o temporizador dos chuveirinhos e lava-pés, gerando o desperdício”, explica o subprefeito da Zona da Orla e Intermediária, Anisio Xavier Teixeira. Pensando nisso, a Secretaria de Serviços Públicos limitou, de acordo com a posição do equipamento em relação à taxa de movimentação, os equipamentos ativos.

SANITÁRIOS

Nos banheiros dos quiosques e dos postos são furtados, principalmente, válvulas de vasos sanitários, sifões, torneiras e até mesmo as portas de alumínio. Nestes casos, uma denúncia é feita à Seserp que, a cada dois dias, em média, tem adotado medidas para diminuir o número dos furtos como a substituição das torneiras de metal pelas de plástico. Os problemas estendem-se também aos nove playgrounds com retirada dos apoios usados pelas crianças na gangorra e as correntes dos balancês, por exemplo.

O trabalho é intenso para essas duas equipes, segundo o subprefeito Anisio, devido às reincidências. “Muitas vezes, chegamos ao canal 6 e o serviço que concluímos no canal 2 já foi perdido”.

Urgência Urbana - Para atender ao volume de demandas de manutenção, a Secretaria de Serviços Públicos mantém o Urgência Urbana, que agiliza a identificação de necessidade de manutenção extra e funciona 24 horas, atendendo a toda a Cidade.

Avisos e denúncias - Para denunciar atos de vandalismo e depredações, disque 153 para a Guarda Municipal e, em casos gerais de críticas e sugestões, registre a ocorrência na Ouvidoria pelo 162.

 

Fotos: Rogério Bomfim

 

 

 

 

Galeria de Imagens

Homem dirige máquina que corta grama no jardim da orla. #Pracegover

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.