Conteúdo

Ex-judoca mostra esporte como fonte de bem-estar e disciplina a alunos de escola de Santos

25 de setembro de 2019
15h 45

Os benefícios do esporte foram o tema de bate-papo realizado na manhã desta quarta-feira (25) entre a ex-judoca Danielle Zangrando e alunos de 6º e 7º anos da escola municipal Avelino da Paz Vieira. O encontro faz parte da programação da campanha Setembro Amarelo, de prevenção ao suicídio, promovida pela Coordenadoria de Saúde Mental, da Prefeitura de Santos.

Praticar uma atividade esportiva, mesmo que apenas por lazer, é considerada pelos profissionais de saúde uma forma de “produção de vida”, pois exige foco, disciplina, libera hormônios relacionados ao bem-estar ao mesmo tempo que afugenta pensamentos negativos, aflições e tristezas.

Danielle contou sobre o início no judô, como foi a carreira e os benefícios que o esporte trouxe a ela, em relação a ter disciplina. “Nem sempre na vida a gente vai vencer, mas quando cai tem que se levantar e focar no próximo objetivo”, comenta.

As frustrações e derrotas, tão comuns no esporte, também acontecem em outros aspectos do cotidiano. “Por meio da conversa sobre o esporte, pudemos fazer um comparativo com os desafios que a vida traz e o respeito à disciplina e à organização necessários para a convivência em sociedade, bem como a importância da superação dos limites”, afirma Paulo Muniz, coordenador de Saúde Mental de Santos.

CARREIRA

Danielle tem uma carreira vitoriosa: aos 13 anos já disputava profissionalmente com adultos e aos 16 anos, em 1995, foi medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos de Mar del Plata e no Mundial de Judô adulto. Outro bronze veio no Pan-Americano de Winnipeg, em 1999. Sofreu com uma hérnia de disco que, em princípio, poderia representar a aposentaria dos tatames. No ano 2000, passou por uma cirurgia e retomou a carreira, chegando ao título inédito de medalhista de ouro no Pan-Americano de 2007, realizado no Rio de Janeiro. Danielle disputou ainda as olimpíadas de Atlanta (1996) e Atenas (2004).

Aposentada do esporte, é formada em Direito e Jornalismo, e atua como diretora-técnica da Fundação Pró-Esporte de Santos (Fupes), que é responsável pelo gerenciamento financeiro para atletas de alto rendimento que atuam em competições oficiais pela Cidade.