Conteúdo

Dia D imuniza 96 crianças e jovens contra o sarampo em Santos

15 de fevereiro de 2020
18h 06
O Dia D da campanha nacional de vacinação contra o sarampo em Santos, neste sábado (15), foi encerrado com um total de 96 crianças e jovens de cinco a 19 anos com esquema vacinal incompleto imunizados,

Ao longo de todo o dia foram realizados 1.643 atendimentos nas oito policlínicas abertas, entre imunização contra a doença e orientações diversas. Também foram aplicadas 1.438 doses de outras vacinas para atualização das carteiras, entre elas a contra febre amarela para pessoas a partir de nove meses que ainda não estavam imunizadas.

Com a semana corrida tomada pelo trabalho, o técnico de elevador Celso Ferreira de Sousa, 44 anos, deixou para vacinar os filhos Isabela, 9, e Arthur, 4, neste Dia D, na Policlínica da Aparecida. “Fim de semana é mais tranquilo e abrange mais gente. A prevenção é fundamental para evitar a doença, que é de transmissão fácil”.

Quem também levou a neta Júlia Cosme da Silva, 11, foi a dona de casa Rosana Prado Tavares, 62. “Precisamos nos cuidar e a vacina é essencial”. Júlia está acostumada: “Dói, mas é bom pra saúde”.

A vacina tríplice viral protege contra sarampo, rubéola e caxumba. “Esse número de 96 doses já era esperado, pois Santos já tem 95% de cobertura vacinal. Essa etapa da campanha é de suma importância para interromper a cadeia de transmissão do sarampo. O público-alvo são as pessoas desta faixa etária que não estão com a caderneta de vacinação em dia, mas também estamos atualizando a carteira de vacinação, caso seja necessário”, disse a chefe do Departamento de Vigilância em Saúde, Ana Paula Valeiras, da Secretaria de Saúde.

A campanha seletiva teve início no último dia 10 e seguirá até 13 de março em todas as unidades de saúde. Quem já tomou duas doses (tríplice e tetraviral) não precisa ser imunizado novamente.

É importante comparecer aos postos de saúde com a carteirinha de vacinação, para que seja verificada a necessidade de aplicação. Também é preciso levar documento de identidade com foto ou certidão de nascimento (no caso de crianças) e o cartão SUS, se tiver.

Em 2019, foram aplicadas no Município mais de 186 mil doses da vacina contra o sarampo. Nos dois últimos anos, foram superadas a cobertura mínima de 95% das crianças de um ano. Ano passado foram confirmados 105 casos entre moradores de Santos e, neste ano, cinco.
 

CALENDÁRIO NACIONAL

 

O calendário nacional de vacinação prevê a aplicação da tríplice aos 12 meses e também aos 15 meses para reforço da imunização com a tetraviral, que protege também contra catapora. Os bebês com seis meses também devem receber a chamada 'dose zero', que não é contabilizada no calendário.

De acordo com o programa estadual de imunização, crianças e adultos de um a 29 anos devem ter duas doses da vacina contra o sarampo no calendário. De 30 até 60 anos é preciso ter, pelo menos, uma dose no histórico. Não há indicação para pessoas com mais de 61, pois esse público potencialmente teve contato com o vírus no passado.

 

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.