Conteúdo
Notícias

Coral Santista de Servidores completa dois anos

Publicado: 26 de outubro de 2015
15h 36

Criado há dois anos pela Prefeitura (decreto n° 6.573 de 24 de outubro de 2013), o Coral Santista de Servidores está cumprindo bem o papel de integrar o funcionalismo, promover o bem-estar e descobrir talentos. E, de quebra, também encanta o público em suas apresentações externas, como a ocorrida na noite de sexta-feira (23), em conjunto com o Quarteto de Cordas Martins Fontes, no Teatro Guarany, dentro da programação comemorativa do Mês do Servidor.

Após os processos de inscrição e seleção, o grupo vem ensaiando desde abril do ano passado no Cais Vila Mathias, numa parceria entre as secretarias de Gestão (Seges) e Cultura (Secult), dentro do Programa de Promoção à Saúde e Qualidade de Vida do Servidor (ComViver).

O coral é formado atualmente por 25 pessoas e tem como regente a maestrina Meire Berti, com o acompanhamento do pianista Décio Carrion. “Os participantes estão sendo bastante perseverantes. A evolução deles foi grande porque frequentam aulas de técnica vocal, teoria musical e prática coral. Não é só cantar, é todo um aprendizado”.

As aulas ocorrem uma vez por semana, com duração de duas horas, e também são passadas atividades extras para a realização em casa. Entre os integrantes, se destaca Gabriel Cacimiro, que fazia parte do Coral Canto Livre.

Patrulheiro no Paço Municipal, ele foi convidado a compor o grupo e é um dos dois tenores. “Apesar das pessoas serem de áreas diferentes da Prefeitura, todo mundo se junta e faz algo maravilhoso. O entrosamento é muito bom”.

A integração é comprovada com a participação de servidores da ativa e aposentados, de diferentes cargos e formação, com ou sem experiência na área musical. A engenheira Isabel Maria Garcia Graça, 56 anos, da Procuradoria Geral do Município (PGM), nunca havia cantado antes. “Estou achando uma delícia. A partir do momento que está no Coral, você quer ver, assistir, pesquisar sobre música e compositores. Abre-se um leque de oportunidades”.

Já a professora de Geografia aposentada, Marília de Oliveira Borges, 71 anos, participa de corais há quase 20 anos, mas mesmo assim relata com entusiasmo a experiência no Coral Santista de Servidores. “É muito gostoso semanalmente se reunir com os nossos amigos e estudar canto. A gente fica desinibida”.

Repertório

Na apresentação no Guarany foi executada a peça sacra de Luís Alvares Pinto, compositor do Recife do período colonial (século 18). Os coralistas também cantaram Ameno (Grupo Era), Hine Ma Tov (Allan Naplan), Canção da América (Milton Nascimento), Roda Viva (Chico Buarque), Carinhoso (Pixinguinha), Garota de Ipanema (Tom Jobim e Vinícius de Moraes), Sandália de Prata (Ary Barroso) e o Hino Oficial de Santos (Ernesto e Antonio Zwarg).

Os servidores municipais de Santos interessados em fazer parte do grupo podem enviar e-mail para siteservidor@santos.sp.gov.br.

Foto: Anderson Bianchi