Conteúdo

Bonde italiano, novo desafio para a CET

13 de setembro de 2010
0h 00

Mais um bonde vai integrar a linha turística no Centro Histórico, somando-se aos quatro já em circulação. O veículo, fabricado em 1958 e de procedência italiana, chegou ao Brasil no ano passado e está em fase final de restauração, a cargo da equipe especializada da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego).

O gerente de manutenção da empresa, Marcos Rogério Nascimento, disse que este tipo de bonde é modelo único no país, possuindo características diferentes dos outros já reconstruídos. Representa, portanto, um novo desafio para os profissionais da CET.

"O veículo possui sistema elétrico diferenciado, quatro motores (os outros têm dois) e dois trucks, que é o equipamento que faz a sustentação do bonde e onde se encaixam as rodas, enquanto os outros têm apenas um. Apesar das dificuldades encontradas, o resultado é um veículo com menor nível de ruído e sistema de freio que combina o pneumático e o elétrico, o que evitará frenagens bruscas".

Como na Itália a largura entre os trilhos é maior, houve necessidade de reduzir a distância interna entre os frisos das rodas para o perfeito funcionamento na linha no Centro Histórico. Assim, as peças receberam tratamento especial de usinagem, sendo submetidas a um sistema de intenso aquecimento. Outros serviços executados: restabelecimento do painel geral de comando, que faz o acionamento dos freios, das setas e das chaves da porta, e controle dos motores.

Os trabalhos previstos para esta semana são o acabamento interno em madeira e pintura em dois tons de verde. "Os profissionais da CET tentam ser fiéis às características originais dos bondes. Para isso é feito um trabalho empírico e ampla coleta de materiais antigos, como ilustrações, jornais e livros, e até relatos de pessoas que utilizaram esse transporte na Itália", afirmou Nascimento. Será mais uma opção para os moradores e visitantes, além da própria ampliação do acervo do Museu Vivo de Bondes.

Pontos turísticos
A linha turística tem 5 Km de extensão e passa por diversos pontos de beleza arquitetônica e histórica, como Catedral de Santos, Palácio Saturnino de Brito (sede da Sabesp), Monte Serrat, Estação do Valongo e Teatro Coliseu. O bonde circula de terça-feira a domingo, das 11h às 17h.