Conteúdo

Animais do orquidário recebem atenção especial durante o inverno

25 de julho de 2000
0h 00

Todo ano, quando a temperatura começa a cair, já no final de maio, os biólogos e técnicos do Orquidário dão início em alguns procedimentos que visam proteger do frio algumas espécies de animais que vivem no parque. Embora as temperaturas, nesta região sudeste do Brasil, não cheguem a cair drasticamente, é necessária alguma atenção, principalmente com os animais de pequeno porte, que são os mais sensíveis ao inverno. A idéia que a maioria das pessoas tem em relação a reação dos animais durante as baixas temperaturas, é de que ocorra hibernação, ou mesmo que os animais cheguem a ter a saúde prejudicada. Quanto menor o porte, mais sensível o animal é em relação ao frio, porque retém menos calor. Os mamíferos, principalmente os primatas, tendem a se agrupar para se proteger, se abrigando em vegetação mais fechada. Já nas aves, o que ocorre é o que se chama de 'encorujamento'. É o chamado controle interno de temperatura das aves e mamíferos, ao contrário dos répteis que dependem de fatores externos para se aquecer. VEGETAIS O principal fator climático prejudicial às plantas não é o frio, mas a seca. O frio, em alguns casos, é a época de floração de certos tipos de vegetação, como é o caso da ´Suinã´ ou ´Mulungu´, cujas flores surgem com as baixas temperaturas, e são as preferidas dos beija-flores.

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.