Conteúdo

Santos lidera ranking nacional de melhor cidade para idoso viver

6 de março de 2017
15h 52

Santos é a melhor cidade com mais de 100 mil habitantes para o idoso viver. A constatação é resultado de pesquisa inédita da Fundação Getúlio Vargas e do Instituto de Longevidade Mongeral Aegon. O levantamento foi feito em 498 municípios, envolvendo dois grupos etários: de 60 a 75 anos e acima dos 75. O Município lidera em ambos.

Manteve-se à frente de importantes capitais como Florianópolis (SC), que ficou em segundo lugar; Porto Alegre (RS), terceiro; Curitiba (PR), 13º; Belo Horizonte (MG), 17º e Rio de Janeiro (RJ), 24º. E também deixou para trás cidades como Niterói (RJ), 4º lugar; Ribeirão Preto (SP), 6º; Campinas (SP), 10º e São Bernardo do Campo (SP), 49º.

Os pesquisadores usaram mais de 60 indicadores para formação do ranking nacional. Apesar do foco na população acima dos 60 anos, os institutos também levaram em consideração os serviços oferecidos em todas as faixas etárias, desde a infância.

Análise

A pesquisa avaliou sete campos: cultura e engajamento, finanças, bem-estar, cuidados de saúde, habitação, indicadores gerais, educação e trabalho. Santos lidera nos dois primeiros entre todos os municípios avaliados. Em outros quatro, fica entre os 10 melhores e um, em 50º lugar entre as 498 localidades pesquisadas.

Nos vários quesitos considerados em cada um dos sete campos, a Cidade fica em primeiro ou segundo lugar em pelo menos um. Em relação à Cultura e Engajamento, por exemplo, manteve-se em primeiro em quantidade de salas de cinema e assinaturas de TV a cabo. Na avaliação sobre as finanças, entre os quesitos analisados, Santos teve melhor desempenho no índice habitantes classificados como população de baixa renda (13º lugar) e o PIB elevado (17º do País).

Foto: Raimundo Rosa