Logo do Circuito das aves
Imagem do passaro carcará pousado em um pedaço de tronco de arvore,

Carcará

(Caracara plancus)

SANTOS tem catalogadas 200 espécies de aves

Estima-se que no Brasil haja aproximadamente 1.919 espécies de aves (CBRO, 2014), sendo o terceiro maior em diversidade de espécies no mundo. O estado de São Paulo apresentra cerca de 680 espécies. Em Santos, até o presente momento, foram inventariadas cerca de 200 espécies de aves.

Para que moradores e visitantes possam aproveitar esse rico patrimônio biológico, a Prefeitura de Santos, por meio da Secretaria de Meio Ambiente (Semam), da Secretaria de Turismo (Setur) e Secretaria de Comunicação e Rasultado (Secor), criou o Circuito das Aves de Santos, um roteiro dos principais pontos para observação de aves.

O Projeto

Este trabalho foi originalmente desenvolvido pela bióloga Sandra Pivelli, da Secretaria de Meio Ambiente (Semam), em parceria com o fotógrado Leonardo Casadei, que gerou um cadastro fotográfico de 100 aves que habitam a região, notadamente, a área continental e insular do muncípio.

Essas fotos estão hoje distribuídas ao longo do jardim da praia e no Jardim Botânico Chico Mendes, no bairro do Bom Retiro, na Zona Noroeste da Cidade

Imagem do fotógrafo Leonardo Casadei de óculos escuros, casaco azul e mochila, segurando uma camera fotografica em meio a vegetação,

Leonardo Casadei

Biólogo, formado pela Universidade Metropolitana de Santos - Unimes.

Especialista em Educação Ambiental pela Universidade Santa Cecília.

Mestrando em Ecologia no programa de pós-graduação em Sustentabilidade de Ecosistemas Costeiros e Marinho pela Universidade Santa Cecília.

Fotográfo, especializado em captar imagens de aves, com publicações na mídia internacional.

Professor Efetivo de Ciências Naturais da Prefeitura Municipal de Praia Grande

Atualmente trabalhando como Educador Ambiental no Departamento de Educação Ambeintal da Prefeitura Municipal de Praia Grande.

Sandra Pivelli

Formada em Ciências Biológicas pela Universidade Mackenzie e com mestrado (stricto sensu) em Educação pela Universidade de São Paulo. Possui especialização (lato sensu) em Gestão Ambiental pela Unesp - Campus Litoral, Turismo Ambiental pelo Senac - SP e Educação Ambiental pela USP. Funcionária concursada como Bióloga na Prefeitura de Santos desde 1994. Durante a permanência na Prefeitura já trabalhou no Jardim Botânico Municipal Chico Mendes, na Seção de Programas Ambientais e agora retornou ao Orquidário - Parque Zoobotânico na Divisão de Botânica. Possui conhecimentos nas áreas de Educação, Ecologia, Zoologia e Botânica com ênfase em Ornitologia.

Imagem da bióloga Sandra Pivelli sorrindo.

Áreas de observação

Areas Do Mapa

Clique e veja mais informações

Espécies Catalogadas

Dicas para a observação

Imagem de uma espécie na arvore.

Comece observar aves comuns no local. Atente para as suas cores. Faça um desenho apontando as cores mais chamativas e pesquise para confirmar se o observado por você corresponde ao relatado por outros observadores.

Desenho de um nascer do sol

Vá a campo nos melhores horários de observação. Lembre-se que as aves levantam ao amanhecer do dia e recolhem-se antes do pôr-do-sol.

Desenho de um pé calçado com uma bota pisando na terra.

Use roupas confortáveis, discretas, que protegem e não chamem a atenção. As aves enxergam melhor que nós e distinguem cores de uma forma única. Portanto, harmonize-se visualmente com o ambiente.

Desenho de uma orelha e notas musicais.

Memorize os sons produzidos pelas aves, isto ajuda muito na identificação.Treine ouvindo preveamente gravações já realizadas e depois saia para conferir se aprendeu de fato a vocalização produzida pela espécie.

IDesenho de um binóculo

Evite proximidade exessiva. As aves também possuem tolerância de distância. Se você violar o seu território ela pode se defender. Além disso, há doenças que podem ser transmitidas se você entrar em contato direto com elas.

Desenho de um coração.

Seja persistente e determinado. No início a observação é trabalhosa e exige dedicação, como qualquer atividade. Atente sempre para o processo de aṕrendizagem que ela proporciona e esqueça os resultados imediatos.

Desenho de uma pessoa pedindo silêncio.

Permaneca em silêncio sempre que possível. Assim você pode concentrar sua atenção nas epécies, sem se dispersar com outros elementos do ambiente.

Dupla de Fotografos em ilustração

Não saia para observar sozinho. Convide sempre alguém para lhe fazer companhia e reforçar a segurança. Avise sempre onde você está indo, com quem e quando pretende voltar.

Desenho de um livro e uma lupa.

Se já existe um levantamento das espécies que incide na área onde você vai observar, estude-a antes de ir a campo. Assim, você estará melhor treinado para identificar a ave quando ela aparecer.

Desenho de uma coxa de frango com símbolo de proíbido por cima.

Não ofereca alimentação às aves para elas se aproximarem de você. Desta forma, elas podem se tornar vítima de outras pessoas mal intencionadas que podem se aproveitar para capturá-las

Código de ética do observador de aves

Promova o bem estar das aves e do seu ambiente

a) apoiando a proteção de habitat importante para as aves;

b) evitando estressar ou expor as aves ao perigo, comportando-se de forma cuidadosa quando em atividade de obsrvação, fotografia, gravação sonora ou filmagem;

c) limitando a utilização de gravações ou outros métodos de atração de aves, nunca usando esses métodos em áreas utilizadas para observação ou para atrair espécies ameaçadas, em perigo de extinção ou, ainda, de ocorrência rara ou restrita no local;

d) mantendo a distância adequada de ninhos, colônias de modificação, arenas de exibição ou, ainda, de ocorrência rara ou restrita no local;

e) utlilizando com moderação luz artificial ou flash, especialmente para tomadas de curta distância;

Imagem de uma espécie na arvore.
Imagem de uma espécie rara.

Ave rara, avalie o potencial de perturbação

Antes de comunicar ocorrência de uma ave rara, avalie o potencial de perturbação para a ave, para o ambiente e para as pessoas naquela localidade e somente prossiga se o acesso à região puder ser controlado, a perturbação minimizada e, se for o caso, tiver sido obtida a permissão do proprietário da área. Os locais de nidificação de aves raras só devem ser divulgados às autoridades competentes.

Imagem de uma espécie voando em volta de uma redinha pendurada com comida.

Ambientes Artificiais

Assegure-se que os alimentadores, as caixas de nidificação e outros ambientes artificiais para as aves sejam seguros:

a) mantendo os comedouros, os bebedouros, e água e os alimentos livres de impurezas, deteriorização ou doenças;

b) limpando e efetuando manutenção regularmente das caixas de nidificação ou ninhos artificiais;

c) cuidando para que as aves não estejam expostas à predação por animais domésticos e outros riscos artificialmente criados, caso esteja atraindo aves em uma determinada área;

Líder ou Guia de Grupo

Caso seja lider ou guia de Grupo, amador ou profissional, esteja ciente de suas responsabilildades adicionais;

a) sendo um exemplo de comportamento ético, ensinando através da palavra e da conduta;

b) formando o Grupo com a quantidade de participantes que limite o impacto ao ambiente e que não interfira com outros utilizando a mesma área;

c) assegurando-se de que todos os participantes do Grupo conheçam e pratiquem as regras deste código;

d) identificando e informando ao Grupo sobre qualquer circunstância especial aplicável ao local qeu está sendo visitado, como, por exemplo, a proibição de utililzação de gravadores sonoros;

e) reconhecendo que empresas de turismo têm a obrigação de colocar o interesse do público e o bem estar das aves acima de seus objetivos comerciais;

f) mantendo registro das observações realizadas e documentando ocorrências incomuns para submeter ao conhecimento de organizações apropriadas.

Imagem de uma pessoa entrando em uma propriedade e ignorando o aviso para nao entrar.

Respeite as leis e o direito alheio

a) não penetrando em propriedade privada sem autorização explícita do proprietário;

b) seguindo todas as leis, normas e regulamentos relativos ao uso de estradas e áreas públicas, tanto em seu pais quanto fora dele;

c) sendo cortês em contato com as pessoas, Seu comportamento exemplar gerará boa vontade tanto em relação a outros observadoers de aves, quanto às demais pessoas;

Rapaz com binóculo em meio a outras pessoas olhando para cima na floresta.

Observação de aves em Grupo

Organizado ou não, requer cuidados suplementares. Cada participante do Grupo, além das obrigações referidas nos itens 1 a 5 antes mencionados, tem responsabilidades como integrante de um Grupo;

a) devendo respeitar os interesses, direitos e habilidades dos demais membros do Grupo, bem como de outras pessoas que estejam praticando esportes ao ar livre;

b) dividindo generosamente seu conhecimento e habilidade com os demais integrantes do Grupo- com as cautelas previstas no item 2 acima - com especial atenção e dedicação aos iniciantes;

c) na hipótese de identificar um comportamento pouco ético de um observador, após avaliar a situação e se achar aconselhável, oferecer a adequada orientação no sentido de fazer cessar a ação imprópria. Se, entretanto, não obtiver êxito, registre o fato e comunique as pessoas e autoridades competentes.


Copyright © 2016