Conteúdo

Turismo em Santos é tema de atividade no Museu de Pesca

14 de setembro de 2018
16h 39

Em frente à Casa do Trem Bélico nunca passou trem; os guarás não nascem com plumagem vermelha, coloração que as aves adquirem já adultas por se alimentarem de um caranguejo rico em caroteno, e a imagem de Santa Catarina de Alexandria, jogada ao mar no início do povoado de Santos, não desapareceu – foi resgatada 72 anos depois, em 1663, sendo o objeto mais antigo existente na Cidade.

Essas e muitas outras curiosidades envolvendo a Cidade integraram a atividade promovida nesta sexta (14), pela Secretaria de Turismo (Setur), para os profissionais que atuam no Museu de Pesca. A cargo da guia de turismo Valentina Rezende, responsável pela Seção de Formação Técnica dos Profissionais de Turismo, a programação envolveu também aspectos históricos, geográficos e culturais de Santos e da região metropolitana.

SURPRESAS

A existência de turismo ecológico no Município surpreendeu muitos funcionários da instituição estadual, alguns dos quais desconheciam a existência de uma área continental quase sete vezes maior do que o espaço insular, onde se concentra a Cidade.

“Santos tem hoje apenas seis construções do período colonial”, comentou Valentina Rezende, lembrando que a preservação do patrimônio é proposta recente, do pós-guerra. Na próxima semana, a atividade da Setur atenderá, pela primeira vez, os funcionários das duas torres do Mendes Hotéis, que participarão em turnos de terça a sexta.

Já nos dias 25 e 27, a Seção de Formação Técnica estará no Comfort Hotel, que já participa regularmente dessa programação da Setur. Hotéis, restaurantes, bares e demais estabelecimentos comerciais interessados na atividade podem entrar em contato com a coordenadora da seção no telefone 3201-8000.

Foto: Rogério Bomfim

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.