Conteúdo

Projeto para uso consciente de pipas chega a mais de 7,8 mil alunos em 2018

14 de dezembro de 2018
17h 53

Ação de conscientização e orientação, o projeto Pipa beneficiou 7.818 alunos de 18 escolas em 2018. A edição deste ano foi encerrada nesta sexta-feira à tarde, na sede da Secretaria de Educação (Seduc).

Iniciada em agosto, a iniciativa contou com palestras de orientação e conscientização sobre os riscos de empinar pipas de forma insegura, com vídeos e simulações. Atende à lei municipal 1.649/97, que proíbe o uso de cerol ou outro material cortante nas linhas dos papagaios destinados à prática do lazer.

A realização é da Secretaria de Educação (Seduc), em parceria com CPFL, Polícia Militar (PM), Guarda Civil Municipal (GCM), Regional da Zona Noroeste, Corpo de Bombeiros e Universidade Santa Cecília (Unisanta).

CONTEÚDO

A CPFL fez simulação com a participação dos alunos, demonstrando os riscos perto da rede elétrica, podendo acarretar choques e curto-circuitos. Já a GCM falou sobre fiscalização e apreensão do material utilizado indevidamente (linhas e cerol), com notificação do responsável. Foi ressaltado que a lei estadual acarreta o pagamento de multa (um salário mínimo vigente) e, se o infrator for menor, a responsabilização dos pais. 

A Polícia Militar destacou os perigos do cerol (cola e vidro moído) e da linha chilena, que corta quatro vezes mais que o cerol, feita de quartzo moído e óxido de alumínio. Foram relatados vários casos ocorridos, alguns levando à morte. Ele também orientou sobre procedimentos básicos de primeiros socorros.

As 18 escolas municipais contempladas foram João Papa Sobrinho, Auxiliadora da Instrução, Ayrton Senna, Olavo Bilac, Florestan Fernandes, Maria Luiza Alonso, Therezinha de Jesus S. Pimentel, Santista, José Bonifácio, Lourdes Ortiz, Padre Waldemar Valle Martins, Dino Bueno, Antonio Demóstenes Britto, Gota de Leite, Emília Maria Reis, Barão do Rio Branco, Padre Lúcio Floro e Luis Carlos Prestes.

PREMIAÇÃO

Durante a cerimônia de encerramento, também foi premiado o aluno vencedor da oficina de pipas em 2017, o 'Festival Beleza no Ar', realizado no Parque Municipal Roberto Mário Santini (Emissário). Pedro Rodrigues Braga Palhas, 13, da escola Martins Fontes, ganhou uma bicicleta da Wall Bike. Ele concorreu com estudantes de 20 escolas.

Acompanhado dos pais, Gilberto Braga Palhas e Elisângela Rodrigues Braga Palhas, o adolescente contou que empina pipas desde os 9 anos no Morro da Penha, onde mora, e na praia. “Aprendi a fazer pipas em casa com meu pai e depois aperfeiçoei na oficina.”

Fotos: Susan Hortas