Conteúdo

Projeto envolve famílias na escola Padre Francisco Leite

29 de junho de 2018
16h 36
Teatro de sombras em sala de aula lotada de crianças sentadas no chão. #Pracegover

O clima na sala do maternal I A da escola municipal Padre Francisco Leite (Marapé), na tarde desta quinta-feira (28), era de muita descontração e alegria com o evento de encerramento do projeto ‘Laços de Parceria para aprender a conviver: uma proposta de aula invertida’. Famílias e alunos passaram momentos agradáveis e participaram de atividades.

Idealizado por uma das professoras da classe, Bruna Lucena Biscáia, a iniciativa foi desenvolvida ao longo do primeiro semestre, com o objetivo de ensinar os alunos a conviver com os outros, estimular sentimento de pertencimento, segurança e afetividade no ambiente escolar, respeitar as diferenças, ter empatia, entre outros.

As famílias foram envolvidas promovendo o estreitamento dos laços de parceria e colaboração. A ação contou também com a contribuição das professoras Ana Márcia Tavares e Wanessa Salgado.

Segundo Bruna, a participação das famílias foi extremamente importante. “Fizemos diversas ações nos últimos meses, como leitura na escola e em casa, culinária, rodas de conversa, construção de um livro coletivo contando as histórias das crianças e suas famílias, atividade para realização em casa com as famílias e reuniões em que os responsáveis vieram à unidade para compartilhar habilidades com as crianças”.

Durante o evento de encerramento, as famílias puderam ver vídeos e fotos dos melhores momentos da iniciativa, participaram de uma dinâmica e, juntamente com os alunos, assistiram ao teatro de sombras, representado pelo casal Carolina Marçal, 37 e Eduardo Magalhães, 44, pais da aluna Ana Tereza Magalhães, 3.  

 

OPINIÃO

Karina Barbosa Barreira, 38, e o marido João Biagi, 35, pais dos alunos Arthur e Melissa Biagi, 3, ficaram felizes por participar. “Gostamos bastante, porque acompanhamos de perto o que foi feito com as crianças. Foi demais”, disse Karina.

O casal que encenou o teatro de sombras também elogiou a iniciativa. “Sempre participamos das escolas de nossas três filhas. Achamos importante”, ressaltou Eduardo. Carolina contou que, para o teatro, montaram um roteiro e os personagens: príncipe, dragão e a super-heroína. “A intenção foi deixar uma mensagem de respeito às diferenças, à convivência e a saber compartilhar”.

 

Fotos: Raimundo Rosa

Galeria de Imagens

Pais de alunos e educadores estão sentados em colchonetes em sala. Crianças participam. #Pracegover
Crianças tomam lanche acompanhadas dos pais. #Pracegover

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.