Conteúdo

Posse de sede volta para a Associação Japonesa de Santos

18 de junho de 2018
20h 55

No dia em que se completam os 110 anos da imigração japonesa no Brasil, uma luta de mais de 70 anos da comunidade nipo-brasileira transformou-se em comemoração. A Associação Japonesa de Santos voltou a ser dona do imóvel que abriga sua sede e escola, situado na Rua Paraná, 129, Vila Mathias.

A residência havia sido confiscada durante a Segunda Guerra Mundial. Nesta segunda-feira (18), foi realizada cerimônia para assinatura de documento da Secretaria de Patrimônio da União (SPU) transferindo a posse do imóvel. O projeto de lei prevendo a devolução é de 1994, do deputado Koyu Iha, e foi retomado pelo deputado federal João Paulo Papa.

O prefeito Paulo Alexandre Barbosa declarou que a devolução do imóvel tem grande simbolismo e é um novo capítulo na rica história da presença do povo japonês no Brasil. "Um ato de justiça e que reconhece a importância da comunidade japonesa para o País e o dia a dia da nossa Cidade".

História

A Associação Japonesa de Santos sucedeu a antiga Sociedade Japonesa de Santos, de 1929, que mantinha escola para ajudar no ensino dos descendentes de imigrantes. A escola e a entidade funcionavam com apoio do governo japonês. Porém, na Segunda Guerra Mundial, o Brasil ficou do lado dos aliados e contra o Eixo, integrado por Japão, Itália e Alemanha.

Decreto federal obrigou os japoneses e outros imigrantes a deixar a cidade em um período de 24 horas. Foram suspensas as atividades culturais e educacionais da entidade.

Ao final do conflito, outro decreto federal dissolveu as sociedades civis de imigrantes dos países do Eixo e transferiu o patrimônio destas entidades ao Governo Federal. Atualmente, a associação promove eventos, cursos e atividades culturais, além do ensino do idioma japonês a mais de 100 alunos.

 

Fotos: Raimundo Rosa

Galeria de Imagens

Público está em pé vendo a solenidade #pracegover
Autoridades assinam termo de posse #pracegover

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.