Conteúdo

Obra da UPA da Zona Leste está na conclusão de alvenaria

26 de dezembro de 2018
13h 16

O prédio principal da futura Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Zona Leste (Praça Visconde de Ouro Preto s/nº) está em fase de conclusão da alvenaria do último pavimento. Paralelamente à colocação dos blocos restantes, já foram iniciadas as obras dos dois prédios anexos.

As fundações para o anexo que servirá de apoio aos funcionários (vestiários, área de descanso, entre outras) já foram concluídas e logo terá início a fase de superestrutura, para posterior concretagem. Atualmente, 60% da obra estão concluídos.

Já no local em que será construído o anexo onde funcionará o atendimento emergencial, foi instalado o gabarito (marcação dos elementos da obra) de forma que o terreno está preparado para as escavações.

Vinte homens trabalham em cinco frentes diferentes. Parte deles, que atua na colocação de reboco externo, pode ser vista em ação pela população.

“Nossa previsão é de entregá-la em outubro de 2019”, destaca Ronald do Couto, chefe do Departamento de Obras Públicas da Secretaria de Infraestrutura e Edificações.

O secretário de Saúde, Fábio Ferraz, está otimista em relação aos trabalhos. “A obra segue a todo o vapor. Esta será a maior UPA de toda a Cidade”.

O espaço terá mais de três mil metros quadrados de área construída, envolvendo investimentos de R$ 6,7 milhões, recursos dos governos federal e municipal. Enquanto durarem as obras, o atendimento aos usuários do PS da Zona Leste é feito em sede provisória, na Av. Afonso Pena, 386. 

 

ESTRUTURA

A UPA terá salas de raio-X e emergência, com área para desembarque de ambulância, coletivas de observação masculina e feminina, e ainda um laboratório de análises e farmácia. Contará com dois elevadores, Samu e posto policial.

Oferecerá 30 leitos, salas com área de espera para coleta, curativos, sutura, inalação, gesso, eletrocardiograma, ortopedia, laboratório, hidratação e distribuição de medicamentos e brinquedoteca. A sala de espera terá capacidade para 54 lugares e, dos cinco consultórios previstos no projeto, três serão destinados a clínica geral, pediatria e ortopedia.

 

Foto: Marcelo Martins

 

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.