Conteúdo

Livros acessíveis é o tema do fórum pela educação inclusiva

31 de outubro de 2018
14h 56

“Livro e Leitura para Todos” foi o centro do debate da edição deste mês do Fórum Permanente pela Educação Inclusiva, realizado nesta quarta-feira (31) na Universidade São Judas/campus Unimonte. O evento reuniu educadores, técnicos, bibliotecários e auxiliares de bibliotecário, profissionais de atendimento educacional especializado e gestores da Baixada Santista.

A coordenadora da Organização da Sociedade Civil de Interesse Público Mais Diferenças, Carla Mauch, apresentou o 'Diversos - Livros acessíveis e Inclusivos', projeto de educação e cultura inclusivos, instituído em 2005, que disponibiliza on line, gratuitamente, obras infantil e infantojuvenis pela internet.

Segundo Carla, atualmente há 13 títulos audiovisuais disponíveis, com recursos de acessibilidade, incluindo audiodescrição das imagens, Libras (Língua Brasileira de Sinais), narração, legenda e ilustrações.

Entre os livros, clássicos da literatura, estão Peter Pan, de J.M. Barrie; A volta ao mundo em 80 dias, de Júlio Verne; A bolsa amarela, de Lygia Bojunga, e Uma nova amiga, de Lia Crespo, outra palestrante desta edição do Fórum. Jornalista e escritora, Lia é ativista do movimento social das pessoas com deficiência. Destas 13 obras, três foram lançadas durante o evento: As cores no mundo de Lúcia, de Jorge Fernando dos Santos; Kafka e a boneca viajante, de Jordi Sierra, e O menino azul , de Cecília Meireles.

Carla destacou que todos contam com leitura fácil, uma adequação do texto e design do livro, para quem tem dificuldade de leitura e entendimento. As obras possuem, ainda, animações e trilhas sonoras desenvolvidas especialmente para versões acessíveis, por iniciativa da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, por meio do Centro de Tecnologia e Inovação (CTI), em parceria com a Mais Diferenças.

O Fórum, instituído em 2017, é realizado mensalmente pela Secretaria Municipal de Educação.

MEDIAÇÕES DE LEITURA ACESSÍVEL

O Fórum continuou à tarde, no Cais Milton Teixeira, com 'Mediações de Leitura Acessível e Inclusiva', para alunos do programa de jornada ampliada Escola Total e auxiliares de biblioteca. A escritora Lia Crespo também participou desta ação, contando história para as crianças.

Foto: Rogério Bomfim

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.