Conteúdo

Exposição de fotos explora os conceitos de paz

14 de setembro de 2018
15h 44
Público se aproxima de fotos em exposição. As fotos estão afixadas em parede. Um grupo de pessoas observa e algumas tiram fotos com celulares da fotos expostas. #Pracegover

O que significa a “paz”? Ausência de guerra? Um estado de espírito? Harmonia entre os povos? As várias interpretações deste conceito são o mote da exposição #TUnasaguasdapaz, aberta nesta quinta-feira (13) na Associação Japonesa de Santos (AJS), à Rua Paraná, 129 – Vila Mathias.

A exposição de fotografias de celular, parceria da AJS com o coletivo Tumobgrafia, a Biografia Foto Estúdio e a Coordenadoria de Assuntos Internacionais, da Prefeitura, é produto de uma ação iniciada durante o I Festival Náutico pela Paz, realizado em Santos no início de agosto. O ato pacífico ocorreu em memória às vítimas dos ataques nucleares da Segunda Guerra Mundial, em Hiroshima e Nagasaki, no Japão.

Na Cerimônia das Águas, uma amostra do mar de Santos, coletada na Ponta da Praia, foi levada em um desfile de canoas até o Parque Municipal Roberto Mário Santini, no José Menino. Sob o Monumento da Imigração Japonesa, a água salgada foi misturada a uma amostra de água doce, simbolizando a famosa Fonte do Itororó. A mistura, armazenada em uma garrafa hermeticamente fechada, será levada pessoalmente a Hiroshima em outubro pela servidora Kelly Freitas, que participará de estágio no escritório da Rede Internacional Prefeitos pela Paz, com sede em Hiroshima. 

Participaram membros do coletivo residentes em Santos, Capital, interior de São Paulo e até na China. Ao todo, 31 fotógrafos profissionais e amadores tiveram 68 imagens pré-selecionadas. Destas, 20 foram escolhidas para a mostra #TUnasaguasdapaz.

Com a presença dos fotógrafos que participaram, a abertura contou com palestras de Raquel Iraha e Lucas Alberto, santistas que passaram um período no Japão em estágio da Rede Prefeitos pela Paz. Houve, ainda, a apresentação de um vídeo com imagens colhidas no festival náutico.

Logo que um pano foi descerrado e as escolhidas reveladas, os fotógrafos correram para ver suas fotos na mostra. A economista Ana Claudia Zveigelt, com a imagem de uma flor, ficou muito feliz por participar. “Foi uma ação excelente. Algo que nos leva a muitas reflexões, uma visão diferenciada sobre fatos históricos e atuais”.

VISITAÇÃO

A mostra poderá ser visitada na AJS até o dia 15, nos seguintes horários: sexta, das 8h às 18h, e, no sábado, das 8h às 14h.  Depois, passará por outros espaços ainda a serem divulgados.

Ainda este ano, as fotografias serão enviadas para o Japão, como um presente em respeito às municipalidades de Hiroshima e Nagasaki (cidade-irmã de Santos).

 

Foto: Marcelo Martins

 

 

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.