Conteúdo

Estaqueamento da Ponte da Rua Júlia Ferreira, na Zona Noroeste de Santos, está na etapa final

28 de abril de 2019
11h 36

Falta pouco para terminar a execução das estacas que vão sustentar a ponte sobre a Rua Júlia Ferreira de Carvalho, na esquina com a Avenida Nossa Senhora de Fátima. De um total de 27 estacas previstas, 20 já estão prontas. Isso representa 75% do trabalho. A Rua Júlia Ferreira de Carvalho e sua continuação, a Rua Dr. Zelnor Paiva Magalhães, no Chico de Paula, darão acesso à futura ponte sobre o Rio São Jorge, que ligará a Zona Noroeste à Via Anchieta. Todas as obras fazem parte do Programa Nova Entrada de Santos.

 As estacas vão sustentar a ampliação da largura da ponte de 8 para 30 metros, o que representa um aumento de quase quatro vezes o seu tamanho atual. O serviço é feito em três etapas: perfuração do solo por rotação (que não produz vibração), fixação da armadura tubular, injeção da argamassa e retirada dos tubos metálicos. Terminado o estaqueamento, começarão os trabalhos com os blocos de fundação e as vigas, para que depois possa ser erguida a estrutura com pilares, vigas e lajes pré-moldadas. A estimativa é de que a nova ponte seja concluída em outubro, após concretagem, pavimentação e sinalização.

Benefícios 

A ampliação da ponte da Rua Júlia Ferreira trará diversas melhorias aos motoristas que trafegam pelo local, garantindo fluidez e segurança ao trânsito. Atenderá ao fluxo de caminhões que se dirigem às empresas localizadas nessa região e, futuramente, também servirá como rota alternativa para acesso à Rodovia Anchieta. Desta forma, haverá alívio no trânsito das avenidas Martins Fontes e Nossa Senhora de Fátima. A construção da ponte tem o gerenciamento da pasta de Infraestrutura e Edificações e é executada pela empresa Terracom, vencedora da licitação.

Fotos: Rogério Bomfim. 

Galeria de Imagens

Operários trabalham na obra de estaqueamento da ponte em meio a máquinas e lama. #pracegover