Conteúdo

Espetáculo abre projeto cultural para escolas de Santos

29 de maio de 2019
18h 43
Personagens no palco contam, de forma lúdica, a história da criação do mundo. #Pracegover

VAGNER DANTAS

 

Com o Teatro Municipal Braz Cubas completamente lotado por quase 600 estudantes, foi aberta nesta quarta-feira (29) a edição 2019 do projeto Hora da Cultura. Criado ano passado, em uma parceria entre as secretarias de Cultura (Secult) e Educação (Seduc), o Hora da Cultura atende alunos da rede municipal de ensino, que participam de atividades de música, teatro, circo, cinema e literatura dentro da própria escola. Este ano, a iniciativa terá o apoio do Instituto Maurício de Sousa e da organização humanitária Aldeias Infantis SOS.

“Unir cultura e educação é abrir a possibilidade de formar cidadãos mais conscientes. Agradeço aos nossos parceiros e aos educadores por apoiarem este projeto. Vamos fazer uma cidade muito mais feliz com essas atividades”, comentou o prefeito Paulo Alexandre Barbosa.

O diretor executivo do Instituto Maurício de Sousa, Amauri Souza, destacou a importância do projeto para a Cidade, que por alguns anos foi a sua casa. “Morei em Santos há muito tempo, e voltar para cá trazendo este projeto é motivo de grande alegria”.

Já o gestor nacional do Aldeias Infantis SOS, João Marcelo Sandreschi, deu detalhes sobre as publicações que serão entregues para os estudantes, logo após cada sessão do Hora da Cultura nas escolas. “Os alunos vão receber gibis da Turma da Mônica, que vão abordar as questões das fontes de energia renováveis e as cidades sustentáveis”.

 

Estudantes se divertem com espetáculo sobre a criação do mundo

 

Na abertura das atividades do Hora da Cultura 2019 foi apresentado o espetáculo Cria Criou, encenado pela Cia de Teatro Cria Criou e pela atriz Camila Genaro, com a participação especial dos músicos do Quarteto de Cordas Martins Fontes.

O musical infantil contou a história da criação do mundo, através dos olhos de uma criança. A peça apresentou os desejos de um menino sonhador e aventureiro, que parte para uma viagem mágica após conhecer um novo amigo: Emanuel, o maquinista. Ao longo de sete dias, o novo companheiro ensina ao menino curiosidades da criação do mundo de uma forma divertida e surpreendente, sem deixar de lado a pureza e inocência do olhar de uma criança.  

A apresentação especial foi reforçada com o talento de Camila Genaro e dos músicos do Quarteto de Cordas Martins Fontes, fazendo uma trilha sonora cheia de músicas do cancioneiro nacional, como Brasileirinho, Pela Luz dos Olhos Teus e Feira de Mangaio.  

O espetáculo acertou em cheio o gosto dos pequenos. “Adorei a parte que falou do fundo do mar... as raias, os peixes. Foi lindo!”, comentou Thalya Magalhães, 9 anos, aluna do 4º ano da escola Barão do Rio Branco.

“De tudo que tem nas artes, o que eu mais gosto é o teatro”, afirmou Vitória Luiza Gonçalves, 13, aluna do 7º ano da escola Florestan Fernandes. Perguntada se sonhava em ser atriz, um sorriso largo e um aceno positivo bastaram como resposta.   

 

Hora da Cultura atendeu 18 mil estudantes em 2018

 

O projeto Hora da Cultura tem o objetivo de estimular a formação de plateia, oferecendo a estudantes, professores e funcionários das escolas a oportunidade de desenvolver um olhar artístico, identificar suas raízes culturais e ampliar as possibilidades de conviver em uma sociedade de forma mais criativa, generosa e consciente. Em 2018, 18 mil estudantes participaram da iniciativa, que é uma das metas do Plano Municipal de Cultura.  

Periodicamente, os estudantes curtem apresentações do Quarteto de Cordas Martins Fontes, assistem a sessões de cinema, ouvem histórias e participam de oficinas de artes circenses. Os alunos também são convidados a acompanhar espetáculos no Teatro Guarany, encenados e dirigidos por alunos e professores da Escola de Artes Cênicas Wilson Geraldo. Após as atividades, sempre rola um bate-papo com estudantes, abordando o conteúdo apresentado.

Este ano, além da distribuição de gibis, a parceria da Prefeitura de Santos com o Instituto Maurício de Sousa e a organização humanitária Aldeias Infantis SOS, vai proporcionar aos estudantes apresentações da Turma da Mônica, visitas monitoradas ao instituto e palestras com roteiristas, cartunistas e editores.

         

Atividades da semana

Quinta (30)

9h – UME Fernando Costa – Teatro

14h – UME Fernando Costa – Teatro

 

Sexta (31)

9h – UME Elsa Virtuoso – Contação de História

14h – UME Elsa Virtuoso – Contação de História

 

Foto: Isabela Carrari