Conteúdo

Em mais um dia de atividade na praia, crianças aprendem sobre riscos que o lixo oferece à vida marinha

11 de janeiro de 2019
16h 32

“Se você deixar lixo na praia, a maré sobe e leva tudo para o mar. As tartarugas confundem saco plástico com água-viva, comem e morrem. Assim, os bichos entram em extinção”. O autor da explicação é Pedro Oliveira, 7 anos, um dos 20 alunos do curso Detetives do Lixo, promovido nesta sexta-feira (11) pela equipe de Educação Ambiental do Aquário (Ponta da Praia).

Após assistirem a uma palestra no parque municipal, as crianças, de 5 a 7 anos, receberam luvas para o recolhimento de objetos deixados na areia da praia. “É importante para que vejam a diversidade dos detritos que a gente encontra, incluindo vidro, muito plástico e um dos maiores vilões: o lacre das garrafas PET, que vira um colar para os animais, impedindo-os de respirar”, diz a estagiária Júlia Rachid, estudante de Biologia.

Para o colega dela, Gabriel Rodrigues, os ensinamentos passados aos alunos da oficina renderão frutos. “É nesta fase que as pessoas mais absorvem conhecimento. O aprendizado nesta idade será refletido depois”. 

E a informação foi, de fato, bem compreendida por Sofia Tieme, 5. “O lixo não pode ser jogado na praia porque maltrata os animais. Eles comem o lixo e morrem. Comem sacola, bituca de cigarro... faz mal para todos os animais aquáticos: o tubarão, tartaruga…” Mais informações sobre os cursos de férias do Aquário podem ser obtidas pelo telefone 3278-7830.

Foto: Isabela Carrari

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.