Conteúdo

Cultura negra é celebrada na Estação da Cidadania

24 de novembro de 2018
11h 29

Cerca de 100 pessoas passaram pela Estação da Cidadania na noite desta sexta-feira (23), onde foi realizada a Feira Afro, evento alusivo ao Dia de Zumbi dos Palmares, comemorado no último dia 20.
A programação contou com exposição fotográfica, noite de autógrafos do escritor ativista Bartolomeu Pereira Souza, exibição do documentário Donas e Proprietárias, roda de conversa e apresentações musicais e de capoeira.
De acordo com a organizadora do evento, Augusta de França Oliveira, a feira é uma forma de valorizar e expor a longa luta pelo reconhecimento da importância dos quilombos e de Zumbi dos Palmares. “Apenas nos anos 80 começou a falar-se dos quilombos, que comprovou que o negro sempre lutou contra a escravidão. Até então, era ensinado que o negro foi passivo nesse processo”.

 

Exemplos

A confeiteira Andressa da Silva Santos testemunha que enfrentou algumas dificuldades em sua profissão por causa da cor de sua pele. “Muitas pessoas encomendaram meus doces e esperavam conhecer uma moça branca, mas ficaram espantadas aos verem que eu era negra”.

A professora Mary Careno explicou que uma festividade como esta mostra que os negros podem atuar bem em todas as atividades. “Podemos mostrar às crianças negras que é possível vencer os obstáculos e buscar reconhecimento em diversas áreas. Basta força de vontade”.

Além de dar aulas, Mary também é empreendedora. Ela é proprietária de uma boutique. “Precisamos lutar pelo nosso espaço e incentivar os mais jovens a seguir este exemplo”.

 

Foto: Raimundo Rosa

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.