Conteúdo

Coordenadoria completa 18 anos acolhendo e recuperando servidores de Santos

4 de julho de 2019
17h 08

Acolhimento, amparo e resgate são as três palavras encontradas pelas servidoras municipais Marilande Fernandes de Silva, de 58 anos, e Priscila Fernandes Pimentel Mastropasqua, de 43, para descrever o trabalho da Coordenadoria de Assistência Integral ao Servidor (Coais).

Ligada à Secretaria de Gestão, a unidade completa 18 anos neste mês com 354 servidores readaptados, sendo 70 em processo de readaptação. “Imagina você perdida no universo. A Coais te acolhe e você vai se achando devagar. Isso aconteceu comigo”, exemplifica Marilande, integrante do programa Ressignificar, que atende funcionários em tratamento de câncer com trabalhos diferenciados envolvendo apoio psicológico e assistencial com integração dos servidores.

Afastada há dois anos e oito meses de suas funções como auxiliar de serviços gerais, ela relata o acompanhamento de toda equipe para o dia a dia de altos e baixos relacionados à ansiedade para voltar ao trabalho e o andamento do tratamento médico. “Não sei como teria sido passar por tudo sem o apoio da equipe. Me ajudam muito a compreender a doença, me acalmam e dão o amparo que preciso”.

A professora Priscila Mastropasqua, servidora há 12 anos, também relata que os 12 atendimentos psicológicos da coordenadoria foram o resgate dela para a plena recuperação da depressão. O serviço, que já havia sido oferecido diversas vezes pela perícia médica da Prefeitura, um dia foi aceito e a partir daí tudo mudou para professora. “Depois que fui para a Coais, comecei a melhorar, recebi alta voltei a trabalhar. Foi muito bom e eu não queria parar. No começo, a gente chega introspectiva, mas o acolhimento é maravilhoso”.

ESTRUTURA

A Coais é ligada à Secretaria de Gestão e funciona com 20 profissionais: seis assistentes sociais, oito psicólogos, um médico, coordenador geral e quatro administrativos.

Entre os trabalhos realizados pela equipe estão readaptação profissional de servidores; atendimento de servidores com licença médica e vários programas como de prevenção, acompanhamento e cuidados em saúde mental, atenção aos servidores com dependência química e prevenção ao uso abusivo de substâncias psicoativas, atenção ao servidor com histórico de neoplasia (Ressignificar) e de acompanhamento de doenças osteomusculares.

No primeiro trimestre deste ano foram atendidos 129 servidores nos plantões dos programas, realizados 150 atendimentos psicológicos individuais e atendidos 12 casos emergenciais. “O Coais chega à maior idade com um trabalho que avançou bastante pelo comprometimento e pela responsabilidade dos profissionais. Temos grandes realizações e sabemos que farão muito mais porque os servidores merecem”, comenta o secretário de Gestão, Carlos Teixeira Filho.

SERVIÇO

A Coordenadoria surgiu a partir de uma reforma administrativa por meio da Lei 542, de 27 de setembro de 2005, como reconhecimento ao sucesso do Programa de Assistência Integrada ao Servidor (Pais). Atualmente, faz parte do Departamento de Gestão de Pessoas e Ambiente de Trabalho e atende à Rua Riachuelo, 104, Centro. Os acompanhamentos psicológicos são acessíveis a todos os servidores da Prefeitura e podem ser agendados pelo telefone 3213-7153.

Galeria de Imagens

Servidores do setor posam para a foto #pracegover