Coluna da Cidadania

13 de junho de 2018
16h 45

Abrigo de inverno para pessoas em situação de rua abre nesta sexta-feira

 

O abrigo de inverno com 40 vagas para pessoas em situação de rua será aberto pela Prefeitura nesta sexta-feira (15), a partir das 18h, na Rua General Câmara, 245/249. Os acolhidos irão receber kit de higiene, banho, vestuário e jantar. O equipamento também receberá animais de estimação. Com esta unidade, a Município soma cinco abrigos, com total de 242 vagas.  

A abertura do espaço, que ocorre bem próximo à chegada do inverno (dia 21), coincide com o reforço e intensificação da busca ativa nas ruas, que passará a contar com mais uma equipe de abordagem no período noturno. Atualmente, atuam dois grupos pela manhã, o mesmo número à tarde e um durante a noite, que abordam pessoas em situação de rua e as encaminham para a rede socioassistencial do Município.

“Com a ampliação na oferta de vagas de acolhimento e a intensificação da busca ativa nesse período crítico de frio, aumentam também as chances de convencimento das pessoas a aderirem aos serviços oferecidos pela Prefeitura”, acredita o Secretário de Desenvolvimento Social, Flavio Ramirez Jordão.

A rede de acolhimento da Cidade é composta também pela Seção de Acolhimento e Abrigo Provisório de Adultos, Idosos e Famílias em Situação de Rua (Seacolhe-Aif), com 80 vagas, e pela Seção Abrigo para Adultos, Idosos e Famílias em Situação de Rua (Seabrigo-Aif), com 48 vagas, além das instituições conveniadas - Albergue Noturno (50 - demanda espontânea) e a Casa das Anas (24). As equipes de abordagem e o Centro Pop são portas de entrada para esse serviço.

O Município ainda oferece o Serviço Especializado em Abordagem Social e o Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua, Centro Pop (Rua Conselheiro Saraiva, 13, Vila Nova). As Equipes desenvolvem um serviço de abordagem constante a essa população, a fim de estabelecer vínculos de confiança com os operadores sociais, e propor encaminhamentos para a rede socioassistencial do Município.

Para quem decide sair das ruas, são oferecidas oportunidades de qualificação profissional e recolocação no mercado de trabalho, como o projeto Fênix, que concede bolsa de um salário mínimo por 18 meses. É ofertado também o retorno ao convívio familiar e comunitário à cidade de origem, pelo Centro Pop.

 

Foto: Susan Hortas/arquivo

Newsletter SantosPortal

Receba todo dia as notícias mais importantes e os atos oficiais da Prefeitura de Santos.

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.