Conteúdo

Cobrança da Caixa é resultado de problema operacional do banco

6 de janeiro de 2016
17h 52

A cobrança indevida da Caixa Econômica Federal para os servidores municipais com empréstimos/financiamentos consignados, com desconto em folha, foi resultado de problema operacional da própria instituição financeira. O repasse da Prefeitura dos valores não apresenta nenhum atraso, sendo realizado tradicionalmente no décimo dia útil de cada mês. Atualmente, a quantia total transferida mensalmente é de R$ 1,7 milhão, referente a 3.573 operações, representando até 40% do valor líquido mensal recebido por servidor.

"A Prefeitura entende que o problema operacional da instituição financeira não justifica a ação imediata de cobrança por parte da empresa terceirizada. A Administração estuda as ações que irá tomar perante o banco e lamenta profundamente os transtornos causados aos servidores”, explica o secretário de Gestão, Fábio Ferraz.

Os servidores que se sentirem lesados podem buscar orientação e atendimento no Procon Santos, que funciona no Poupatempo (Rua João Pessoa, 246, Centro) de segunda a sexta, das 8h às 17h, e sábado, das 8h às 13h. Outras opções de contato são o site do Procon, e-mail (procon@santos.sp.gov.br) e o telefone gratuito (0800-7790151). Reclamações também devem ser dirigidas ao Banco Central pelo telefone 145 (custo de ligação local). 

 

          

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.