Conteúdo

Campanha contra receptação terá relançamento de gibi

15 de maio de 2018
14h 52

A campanha Receptação é Crime, que desde 2016 conscientiza a população sobre a importância de não adquirir produtos de origem ilícita, ganhará reforço. Em junho, será lançado um novo gibi com uma história em quadrinhos educativa e dicas do Procon.

A iniciativa começou após o assassinato do adolescente Luann Oshiro, em outubro de 2016, durante tentativa de roubo a seu celular. O pai dele, Paulo Oshiro, criou o movimento Luann Vive, cujo objetivo é orientar que adquirir produtos por preço muito abaixo do valor de mercado e sem nota fiscal é sinônimo de receptação, ou seja, trata-se de objeto roubado, furtado ou até mesmo obtido por meio de um latrocínio (roubo seguido de morte).

Uma das ferramentas da campanha é o gibi Receptação é Crime, que conta com a arte do ilustrador Clayton Inloco e argumento de Fabio Tatsubô. A publicação conta a história de um menino que adquire um celular e acaba descobrindo que se trata de produto de roubo.

DICAS

Com verbas do Procon-Santos, originárias de multas aplicadas a estabelecimentos comerciais por desrespeito aos direitos do consumidor, o gibi foi reformulado. Será lançado em junho em novo formato e, além da história em quadrinhos, terá dicas para orientar, educar e conscientizar os consumidores a não comprarem produtos cuja procedência seja duvidosa ou desconhecida, conforme explicou o coordenador do Procon, Rafael Quaresma.

A tiragem vai aumentar de 7 mil para 20 mil exemplares. A publicação será distribuída em escolas municipais, no comércio e ficará à disposição em prédios públicos da Prefeitura. “Muito importante essa continuidade da campanha. Com o aumento da tiragem vamos alcançar um número maior de crianças”, afirmou Paulo Oshiro.

Além da Prefeitura, a campanha tem apoio da Associação Comercial de Santos, câmaras dos dirigentes lojistas de Santos e Santos-Praia, Sindicato do Comércio Varejista, Guarda Municipal, polícias Civil e Militar.

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.