Conteúdo

Bloqueio contra o sarampo deve vacinar 1,6 mil moradores do Gonzaga neste domingo

2 de março de 2019
14h 34

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Santos realiza neste domingo (3), a partir das 8h, bloqueio ampliado contra o sarampo em quadrilátero onde reside morador do Gonzaga que teve a doença confirmada na sexta (1º) pelo Instituto Adolfo Lutz, após viagem de cruzeiro entre os dias 2 e 9 de fevereiro. A ação contará com 20 profissionais de saúde, identificados com crachás, que percorrerão 440 imóveis onde moram cerca de 1.600 pessoas.

A imunização com a tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) será realizada de casa em casa, na Avenida Marechal Deodoro (do número 60 ao 98), Praça Fernandes Pacheco (nº 21 ao 24), Rua Bahia (nº 160 a 194), Rua Euclides da Cunha (nº 28 e 30) e Rua Tolentino Filgueiras (nº 153 ao 173). “Solicitamos aos moradores desta área que recebam os nossos técnicos, os quais estarão devidamente identificados, e que a população de modo geral mantenha a tranquilidade, porque este é um caso que já vem sendo monitorado e acompanhado seguindo todos os protocolos”, ressalta o secretário de Saúde Fábio Ferraz.

A vacina contra o sarampo não é recomendada para crianças abaixo de seis meses de idade, gestantes e pessoas acima de 60 anos. O calendário do Ministério da Saúde prevê a vacina contra o sarampo aos 12 meses (primeira dose) e aos 15 meses (segunda dose). No ano passado (2018), 4.299 crianças de um ano de idade de Santos tomaram a vacina SCR (sarampo, caxumba e rubéola) – 95,19% do público-alvo (4.516 crianças). A meta mínima de cobertura é de 95%.

Quem não foi vacinado enquanto criança precisa tomar duas doses da vacina, se tiver até 29 anos de idade, e uma dose para aqueles entre 30 e 59 anos. No caso de bloqueio, pessoas de 30 a 59 anos têm de tomar mais uma dose, completando duas doses. As pessoas que já tomaram duas doses não precisam ser vacinadas na ação deste domingo, mas não terão a dose negada se manifestarem interesse pelo reforço. A SMS solicita aos moradores que tiverem carteira de vacinação que apresentem o documento para a melhor avaliação de cada caso.

 

Policlínica

De segunda (4) até quarta (6), das 9h às 16h, a Policlínica do Gonzaga (Rua Assis Corrêa, 17) ficará aberta para orientação dos moradores da região e atualização vacinal contra o sarampo daqueles com o esquema incompleto.

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.