Conteúdo

Atividades na Arena Santos prosseguem durante manutenção

12 de julho de 2019
14h 45

As intervenções para manutenção na Arena Santos (https://bit.ly/30q45kC) (Av. Rangel Pestana, 184, Vila Mathias), iniciadas esta semana, não vão interferir nas atividades regulares realizadas no local. Com isso, aulas de várias modalidades como judô, caratê, taekwondo, capoeira, pilates, ritmos, dança circular e dança flamenca continuarão ocorrendo normalmente. 

As obras também não irão interromper a academia e os trabalhos administrativos da Fundação Pró-Esportes de Santos (Fupes), da Delegacia Regional de Esportes e do Instituto Brasileiro de Administração Municipal (Ibam). 

Também na Arena Santos, na área do estacionamento, a Festa Inverno Santos, o maior evento beneficente da Cidade, prossegue com atrações musicais, muitas comidas típicas e artesanato, sempre de quinta a domingo, das 18h à meia-noite. A entrada é franca e a realização é do Fundo Social de Solidariedade (FSS).

Os reparos no espaço esportivo estão sendo feitos pela Aliança Construtora e começaram pelo telhado, onde será realizada a impermeabilização da laje, substituição das telhas e reparos na armação de ferro que sustenta o teto.  Esta etapa dos trabalhos está orçada em R$ 390.426,99. 

‘’Manutenção é um dos maiores desafios do poder público. Estamos começando a intervenção no teto e, ao mesmo tempo, a troca do piso. Queremos deixar o equipamento adequado para o uso da população’’, afirmou o prefeito Paulo Alexandre Barbosa, que nesta sexta-feira (12) vistoriou as obras que estão sendo realizadas no local. 

O secretário de Esportes, Gelásio Fernandes, ressaltou a importância da Arena Santos para a população. “Em breve, continuaremos com mais atividades neste espaço’’.

 

PISO

Uma outra frente de trabalho da manutenção em andamento contemplará reparos no piso da quadra, que terá a parte danificada removida. Novas tábuas serão instaladas e será feita a substituição da cobertura vinílica, aplicação de verniz e pintura da quadra. 
Durante esta etapa, cujas obras custarão R$ 105.391,47, as atividades de quadra, usada para treinamento de atletas da Fupes, como basquete, handebol, futsal e vôlei, masculinos e femininos, serão realizadas em outros locais públicos ou parceiros da Prefeitura.

Todo o trabalho deve estar concluído até o primeiro trimestre de 2020, podendo ser antecipado. Isso porque, como a manutenção no piso será feita paralelamente à do telhado, o serviço pode ser concluído em prazo menor.

A secretária de Serviços Públicos, Fabiana Pires, ressaltou que o maior desafio de toda a obra é a recuperação do telhado, em função da altura. ‘’É a principal intervenção porque vamos tratar a infiltração no teto’’. De acordo com o subprefeito da Região Central Histórica, Claudio Trovão, a pintura das partes interna e externa será a última etapa, também a cargo da Aliança.

 

Área ganhará centro de lutas

 

Durante a visita desta manhã, o prefeito Paulo Alexandre Barbosa falou sobre o futuro Centro de Referência de Judô e Lutas (https://bit.ly/2LQgjza) que será construído em área remanescente da arena. ‘’Tivemos verba do Governo Federal e ele será equipado para qualificar ainda mais a Arena Santos’’.

O ginásio do Centro de Lutas, em fase de licitação, será destinado para a prática de judô, caratê, taekwondo e luta olímpica, além da realização de competições oficiais. É um investimento de R$ 4,9 milhões, recursos de convênio federal, por intermédio do Ministério dos Esportes.


ACESSIBILIDADE

Inaugurada em 2010, a Arena Santos receberá, em breve, obras de acessibilidade (https://bit.ly/2XHRs2M). A empresa Spalla Engenharia venceu a licitação para a realização dos serviços, que custarão R$ 619.687,46, valor cerca de 30% abaixo dos R$ 898 mil inicialmente estimados.

Na área interna, os trabalhos serão realizados nos vestiários e sanitários, que ganharão barras de apoio e portas de correr acessíveis. Os pisos cerâmicos serão substituídos por pisos antiderrapantes  e escadas e rampas internas ganharão corrimãos e faixas de policarbonato com sinalização visual.
Já na área externa, serão construídas rampas com inclinação máxima de 8,33% e passeios em concreto desempenado. O estacionamento terá identificação de vagas para idosos, gestantes e cadeirantes.