Conteúdo

Alunos de escola municipal participam de oficina de vídeo

29 de maio de 2019
18h 12

A van do Cinesolar estacionou, nesta quarta-feira (29), no Instituto Arte no Dique (Av. Brigadeiro Faria Lima, 1.349, Rádio Clube) para realizar oficina de vídeo com 25 alunos da escola municipal Pedro Crescenti, no período da tarde e duas sessões de curtas-metragens abertas à comunidade, à noite (18h e 19h). 

O projeto, pioneiro no Brasil, tem o objetivo de levar a sétima arte a vilarejos e comunidades afastadas, utilizando um veículo equipado com placas solares que possibilitam, por meio de um sistema conversor de energia solar para a elétrica, a exibição de filmes e apresentações artísticas em espaços públicos, com entrada gratuita. A iniciativa é realizada através da Lei de Incentivo à Cultura, com o patrocínio da BV (marca de varejo do Banco Votorantim), apoio local da Prefeitura de Santos e Instituto Arte no Dique e a realização da Brazucah Produções, Ministério da Cidadania e Governo Federal.

Durante a tarde, 25 estudantes, de 6 a 11 anos, aproveitaram a ‘Oficinema Solar’, aprendendo técnicas básicas de atuação, gravação e roteirização, com a abordagem de temas ambientais e locais. 

O produtor do Cinesolar, Cidálio Vieira Santos, considera um prazer fazer parte da ação. “Acreditamos ser de extrema importância levar a mensagem da sustentabilidade às comunidades. Aliada a isso, está a questão da democratização ao acesso à arte do cinema”, completou. 

Desde o início das atividades, em 2013, o Cinesolar realizou cerca de mil sessões com a exibição de mais de 100 filmes, entre curtas-metragens (de temática socioambiental) e longas, passando por 345 cidades e percorrendo mais de 100 mil quilômetros. O projeto foi visto por mais de 160 mil pessoas. Outras informações no portal do projeto ou no Facebook.

 

A lista de apoiadores que contribuem para a execução do projeto também conta com Sices Solar, Elektra Motors, Heliar, AT Consultoria Cultural, Raízes, Surya Brasil, Impact Hub, Simbora, Ecooar, RBS Magazine, Cooperação Alemã, Giz, Ideal, Bioqualitta, UFSC, Project Hub, Mãe Terra, Bio2, Biowash, World Solar Cinema e Fund Doen.

 

Foto: divulgação