Conteúdo

‘Aluno Ouvidor’ amplia número de escolas participantes

15 de fevereiro de 2019
16h 40

Exercício de cidadania e democracia, o projeto Aluno Ouvidor tem novidade neste 2019: a Ouvidoria, Transparência e Controle (OTC), em parceria com a Secretaria de Educação (Seduc), ampliou o número de escolas participantes de 18 para 24 unidades municipais, totalizando 52 alunos do fundamental I e II envolvidos, entre titulares e adjuntos. A serem eleitos no período de 11 a 29 de março, eles permanecerão na função até o fim deste ano letivo, com a missão de serem os representantes da comunidade escolar na reivindicação e sugestão de melhorias para o local onde estudam.

Os que tomarem posse serão capacitados por equipe da Ouvidoria sobre o que é transparência, como funciona uma controladoria municipal e a importância de uma comissão de inquérito. “O objetivo é que o aluno conheça esses canais de participação cidadã, para que sua experiência no Aluno Ouvidor não se restrinja à escola”, diz o ouvidor Rivaldo Santos, ressaltando que o projeto terá também a integração com os grêmios estudantis.

Ao longo do ano estão programadas ainda mediações com a presença do prefeito Paulo Alexandre Barbosa e da titular da Seduc, Cristina Barletta, para que os alunos apresentem propostas e solicitem melhorias às escolas. Eles também serão chamados para participar, em suas unidades, do Orçamento Participativo Amplo (OPA), com sugestões e reivindicações que contribuirão na elaboração do orçamento municipal do próximo ano.

SABOR NOTA 10

Atendendo à reivindicação dos estudantes, neste ano serão realizadas reuniões periódicas e obrigatórias entre alunos ouvidores, grêmios estudantis e equipe de nutrição da Seduc para melhoria da alimentação escolar. “Essas reuniões fazem parte, inclusive, do contrato de gestão do PDR (Participação Direta nos Resultados)”, ressalta o ouvidor. Além disso, será feita pesquisa do programa Sabor Nota 10, uma parceria entre a Ouvidoria e a Seduc com o objetivo de aprimorar a qualidade das refeições, considerando a opinião de quem dela usufrui.

Foto: Isabela Carrari