Conteúdo

Ações santistas selecionadas para banco de práticas de desenvolvimento sustentável

11 de fevereiro de 2019
15h 05

Dois projetos da Prefeitura foram selecionados pelo Governo Federal para compor o Banco de Práticas da 1ª edição do Prêmio Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, que contou com 1.045 inscrições.

Os projetos Práticas de promoção de sistemas agroalimentares do Jardim Botânico Chico Mendes, da Secretaria de Meio Ambiente (Semam), e o Programa Municipal de Justiça Restaurativa, da Secretaria de Educação (Seduc), farão parte agora do encarte nacional voltado para a divulgação de boas práticas em sustentabilidade.

AMBIENTE

O projeto apresentado pela Semam inclui a criação do Programa Horta-Ecológica no Jardim Botânico (junho de 2010), das feiras de Produtos Orgânicos (2011), dos Encontros de Alimentação Orgânica (2013) e da criação do programa Composta Santos (2018).

EDUCAÇÃO

A Justiça Restaurativa é novo modelo de prevenção e mediação de conflitos que usa o diálogo para restaurar danos e não a punição. Iniciou em Santos em outubro de 2014 em nove escolas-piloto, e hoje está presente nas 81 unidades municipais.

BANCO

O Prêmio ODS Brasil, instituído pelo Decreto 9.925/2018, tem, entre suas finalidades, contribuir para a formação de um banco de práticas que servirá de referência para a implementação e a disseminação da Agenda 2030.

A Agenda 2030 é um plano de ação para as pessoas, o planeta e a prosperidade, que busca fortalecer a paz. O plano indica 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, os ODS, e 169 metas para erradicar a pobreza e promover vida digna para todos, dentro dos limites do planeta.

O Estado de São Paulo foi responsável por 25% dos projetos aprovados (38 propostas). Com exceção da Capital, que entrou com 24, Santos e Campinas foram os municípios com maior número de (2) entre as cidades paulistas. Das 150 práticas selecionadas, 63 foram encaminhadas por órgãos sem fins lucrativos (associações, institutos, fundações e outros); 25 por órgãos com fins lucrativos (empresas); 17 por instituições de ensino, pesquisa e extensão (públicos e privados) e 45 foram encaminhadas por governos municipais e estaduais.

Foto: Susan Hortas

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.