Prefeitura Municipal de Santos


  • 14 NOV 17
    Limpeza retira mais de 65 toneladas de resíduos da drenagem na Caneleira Atualizado em: 16 nov 2017 às 11h
    Retroescavadeira recolhe detritos de caixa de passagem. Ao fundo, um caminhão onde são depositados os resíduos removidos. #pracegover

    Profissionais que atuam na recuperação e limpeza do sistema de rede de drenagem da Cidade, com apoio de veículos, trabalham desde o dia 29 de outubro na desobstrução de aproximadamente 430 metros de galerias, com 1,20 de diâmetro, numa área localizada na Caneleira, na Zona Noroeste. Nesse período foram retiradas mais de 65 toneladas de detritos.

    O montante de material recolhido até a manhã desta terça-feira (14), equivale a 12 caminhões basculantes. “A ação beneficiará moradores do bairro, incluindo as vilas Ayrton Senna e Esperança, que sofrem com problemas de alagamentos nos dias de chuva”, disse o secretário de Serviços Públicos, Carlos Alberto Tavares Russo, responsável pela operação. Uma retroescavadeira está sendo utilizada para auxiliar no desassoreamento das caixas de passagem de um antigo sistema, que é responsável pela transposição das águas pluviais da Caneleira até o canal que faz divisa com o bairro São Jorge, explica o coordenador Flávio Guerra. “Cerca de 40% do volume retirado é de origem de descarte irregular. São garrafas, embalagens entre outros materiais que dificultam o fluxo da água da chuva”.

    Para se ter uma dimensão exata do trabalho, ao todo estão sendo desobstruídos nove caixas de passagem, ao longo dos quase 430 metros de rede de drenagem, ou seja uma caixa a cada 47,5 metros. De acordo com Guerra, após o desassoreamento das caixas será iniciado o serviço de hidrojateamento das galerias com um caminhão jato de alta pressão.

    Artéria

    Esta rede funciona como uma artéria para o bairro, sendo uma das etapas mais importante dos trabalhos, detalha o responsável pela Seserp. “Já começamos a perceber a diferença, pois nas últimas chuvas não houve problemas de grandes alagamentos no bairro”, disse ai explicar que essa é uma constatação dos moradores da Rua Sebastião Brasil de Castro Rios, um dos pontos mais afetados. “A recuperação desse sistema de drenagem é muito importante para aquela região”, conclui Russo.

    Serviço

    Cata Treco - serviço que recolhe objetos, móveis e materiais de construção. Para ter acesso, basta ligar para o 0800-7708770 e fazer o agendamento para retirada de segunda a sexta-feira, entre 7h e 17h.

    Foto: Isabela Carrari



TOPO