Prefeitura Municipal de Santos


  • 13 SET 17
    Começa no Museu Pelé oficina inédita de negócios do audiovisual Atualizado em: 14 set 2017 às 12h
    Oificina de negócios de audiovisual no Museu Pelé. Participantes estão sentados defronte a  mesas. Ao fundo, um telão tem imagens projetadas. #pracegover

    Um grupo de 35 profissionais e estudantes de diversas áreas está reunido, nesta quarta (13) e quinta-feira (14) no Museu Pelé, para a primeira oficina de negócios do audiovisual no Estado.

    Programação integrante da Primavera Criativa, a oficina piloto ocorre em Santos porque o Município é Cidade Criativa no segmento cinema, reconhecida pela Unesco, e por ter avançadas suas políticas para o setor criativo. Trata-se de parceria entre o Sebrae-SP - Escritório Regional da Baixada Santista e o Escritório de Inovação Econômica, da Secretaria de Governo (Segov).

    Entre os alunos que se se inscreveram gratuitamente, há cinegrafistas, cineastas, editores de vídeo, produtores, designers, jornalistas, fotógrafos e universitários. A abertura do evento foi realizada pelo secretário de Governo, Rogério dos Santos.

    A consultora de negócios do Sebrae, Patricia Ovalle, explicou que o objetivo é mostrar que a economia criativa gera oportunidade de negócios. “Desde que seja considerado o planejamento para que se obtenha resultados”.

    O conteúdo aplicado na oficina passa pela cadeia de negócios do segmento audiovisual na economia criativa; define o conceito de inovação, os negócios disruptivos e os modelos de empresas inovadoras do segmento audiovisual.

    Um dos alunos, o cineasta Eduardo Ricci, 41 anos, declarou que a oficina é importante e espera que este tipo de iniciativa se torne constante em Santos. “Sentimos falta deste tipo de ação”. Ele ainda sugeriu que empresários sejam envolvidos nas programações para que sejam estimulados a financiar as produções criativas.

    Leia mais aqui.

     

    Foto: Susan Hortas



TOPO