Prefeitura Municipal de Santos


  • 19 ABR 17
    Limpeza de drenagem recolhe mais de 1,4 mil toneladas no 1º trimestre Atualizado em: 19 abr 2017 às 07h
    Dois funcionários, uniformizados, fazem serviços de drenagem com o auxílio de um hidrojateador. #pracegover

    Uma das prioridades da Prefeitura dentro do programa de zeladoria da Cidade é a manutenção da rede de drenagem. Inclui a limpeza de canais, caixas de sopés nos morros, bocas de lobo, poços de visita e galerias. No primeiro trimestre de 2017, foram recolhidas mais de 1,4 mil toneladas de detritos do sistema. Mais de 40% deste volume é resultado de descarte irregular de lixo.

    A ser mantido o ritmo atual, o serviço fechará 2017 superando os dois últimos anos: em 2016, foram retiradas cerca de 5 mil toneladas (equivalente a 713 caminhões) e, no ano anterior, 3 mil.

    De acordo com o secretário de Serviços Públicos, Carlos Alberto Tavares Russo, a drenagem é essencial para evitar as enchentes, minimizando o impacto das chuvas em pontos importantes. “A população precisa colaborar e descartar o lixo corretamente. É a melhor forma de se contribuir com a limpeza das vias públicas”.

    O trabalho consiste em desobstruir completamente os ramais, bocas de lobo e galerias por meio de hidrojateamento (jato de água com alta potência), que garante maior eficácia dos serviços. “São toneladas de garrafas pets, embalagens plásticas, pedaços de madeira e outros materiais impactando diretamente o escoamento das águas das chuvas”, explica o coordenador responsável pelo trabalho, Flávio Guerra.

    Ele destaca, ainda, que 300 solicitações de limpeza foram atendidas no primeiro trimestre. Estes pedidos podem ser feitos junto à Ouvidoria Pública do Município (0800-112056).

    Mutirão na Caneleira

    A Prefeitura promoveu, na manhã desta terça-feira (18), um mutirão de limpeza da drenagem na Caneleira. Vinte e cinco operários foram destacados para a operação no córrego do Morro do Tetéu e no Caminho São Jorge (importante via para acesso de moradores) e recolheram 20 toneladas de material em apenas um dia.

    O trabalho tem impacto positivo para 200 famílias e será concluído na quinta (20).

    Uma das equipes ficou responsável pela retirada do entulho descartado irregularmente no córrego, enquanto outra transportou o lixo até a subida do morro. Na via, operários fizeram a limpeza manual e mecanizada da caixa de sopé e bocas de lobo, além do hidrojateamento das galerias de águas pluviais.

    A limpeza no córrego é essencial para evitar a obstrução do sistema de drenagem e impedir que o material se acumule. Desta forma, evita-se que restos de entulhos não sejam levados aos ramais e galerias pluviais e entre nas casas.

    Saiba mais

    A Prefeitura oferece o Cata Treco, serviço municipal de descarte de objetos, móveis e materiais de construção. Para ter acesso, basta ligar para o 0800-7708770 e fazer o agendamento para retirada de segunda a sexta-feira, entre 7h e 17h.

    O programa também recebe denúncias sobre despejo irregular, que devem ser feitas pelo telefone da Guarda Municipal, 153.

    Foto: Isabela Carrari

Diário Oficial


26 / 04 / 2017
> Todas edições


TOPO