Semam faz alerta na Lagoa da Saudade

Publicado: 6 de outubro de 2017
8h 50
Noticías

Em razão de relatos e fotos feitos na Lagoa da Saudade, no Morro da Nova Cintra, indicando a presença de piranhas, a Secretaria de Meio Ambiente (Semam) decidiu sinalizar a área com uma faixa visando orientar os frequentadores a não nadarem no local.

A lagoa foi objeto de vistoria na manhã desta sexta (6). Segundo o biólogo Alex Ribeiro, as fotos e relatos sugerem a presença de uma espécie do gênero Serrasalmus, relativamente comum nos rios das regiões sudeste e centro-oeste.

“Nosso objetivo é orientar e evitar, por exemplo, que alguma criança se assuste no caso de um acidente”, explica o secretário de Meio Ambiente, Marcos Libório.

“A suposta presença desses animais na lagoa se deve, provavelmente, ao descarte indevido por parte de alguém que tinha esses peixes em aquário caseiro. Infelizmente, esse tipo de atitude pode até prejudicar a fauna local”, afirma Alex.

Em casos semelhantes, o biólogo orienta os munícipes a entrarem em contato com o Aquário (3278-7830). “Podemos, inclusive, receber alguns desses peixes como doação ao parque”.

Foto: Susan Hortas