Conteúdo

Samu recebe 700 trotes por mês

12 de dezembro de 2017
14h 51

A Central de Atendimento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que atende às cidades de Santos, Guarujá e Bertioga recebe aproximadamente 3.500 ligações por mês.

Desse total, cerca de 20% são trotes. Essa foi uma das informações transmitidas na palestra conduzida pelos enfermeiros Luiz Carlos dos Santos e Washington Miranda da Cruz à comunidade na Igreja São Paulo Apóstolo. Também foram transmitidas noções de primeiros socorros para as situações mais comuns de recebimentos de chamados: parada cardiorrespiratória adulta e infantil; crise convulsiva e engasgo em adultos e bebês.

“A compressão cardíaca precoce em alguém que esteja em parada cardiorrespiratória faz a diferença para manter a oxigenação do cérebro e evitar danos até que a equipe do Samu chegue ao local”, destaca Luiz Carlos.

Também foram transmitidas orientações sobre em que situações a comunidade deve acionar o Samu, os Bombeiros e a Defesa Civil. “Em caso de deslizamento, deve-se acionar a Defesa Civil e os Bombeiros e se houver vítimas, o Samu. No caso de incêndio, os bombeiros e questões que envolvam saúde, como paradas cardiorrespiratórias, o Samu”, informa Luiz Carlos.

Foto:  Marcelo Martins