Conteúdo

Potencial do setor audiovisual é discutido em workshop no Museu Pelé

23 de junho de 2017
13h 34

Gestão, empreendedorismo, inovação, conteúdo, captação de recursos e fontes de financiamento foram os pontos discutidos no workshop O Negócio Audiovisual, que reuniu cerca de 200 profissionais e estudantes do setor nesta sexta-feira (23) no Museu Pelé, no Valongo. O evento realizado pela Prefeitura, em parceria com a Associação Brasileira da Produção de Obras Audiovisuais (Apro) e Sebrae, teve como objetivo reforçar o posicionamento de Santos como Cidade Criativa e estimular o desenvolvimento do mercado audiovisual local.

Profissionais renomados do setor no Brasil, como Rodrigo Terra, Silvio Soledade, Rodrigo Dias Arnaut e Eduardo Ricci participaram da iniciativa compartilhando experiências e conhecimento. “São 116 cidades no mundo que fazem parte desse rol de cidades criativas e Santos está entre as oito na área de cinema, sendo a única das Américas. Esse reconhecimento é fruto do que é produzido aqui e o papel do poder público é fomentar essa cadeia no cinema e nos demais setores criativos”, afirmou a diretora do Escritório de Inovação Econômica, Niedja Santos, da Secretaria de Governo.

Um mapeamento da produção audiovisual e o impacto econômico do setor no País foram apresentados pela gerente executiva da Apro, Odete Cruz. “O audiovisual está em crescimento expressivo no Brasil”. Entre o público, a produtora Maria Vitória Maia Silveira, 27 anos. “Vim para me atualizar, saber o que está acontecendo no mercado de audiovisual e levar as novidades para o meu trabalho”.

Foto: Susan Hortas