Conteúdo

Festival de Capoeira no Coliseu

30 de julho de 2015
13h 56

A arte brasileira que já foi discriminada, e até proibida, está cada vez mais presente nos palcos e casas de espetáculo. Na noite desta quarta-feira (29), foi realizado no Teatro Coliseu o Festival de Capoeira de Santos 2015, com homenagens e exibições de seis associações de capoeira, reunindo cerca de 600 pessoas, entre praticantes da modalidade e público. O evento promovido pela Secretaria Municipal de Defesa da Cidadania (Secid), em parceria com o Conselho de Participação da Comunidade Negra e a Associação Capoeira Escola/ Capoeira para Todos, teve como ingresso a doação de 1 kg de alimento, que serão revertidos para o Grupo Amigo do Lar Pobre.

O evento ajuda a demonstrar todos os benefícios da capoeira para a sociedade, como a formação corporal e do caráter e o resgate da cultura brasileira”, disse o mestre Márcio Rodrigues dos Santos, do Capoeira Escola/Capoeira para Todos. “Trazer a capoeira para o teatro faz com que as pessoas sintam e apreciem mais o lado cultural delas”, destacou o mestre Marcos Aurélio dos Santos da Escola de Capoeira de Londres - Herança (London School of Capoeira), que aprendeu a capoeira em Santos e veio da Europa prestigiar o evento.

Participaram do festival as associações Capoeira Escola, Senzala, Arte de Gingar, Capoeira Santista, Valtinho da Senzala e Capoeira Maturidade. No sábado (1°), a partir das 14h, haverá roda de capoeira e apresentações também na Concha Acústica (praia do Gonzaga, ao lado do canal 3).

Foto: Ronaldo Andrade